Outubro Rosa: Evanir, do Centro Cirúrgico, venceu o câncer de mama

Foi numa madrugada do mês de maio de 2016 que a enfermeira do Centro Cirúrgico, Evanir Pacheco Paiva de Castro, 43 anos, descobriu um nódulo em seu seio. Ela sentiu um leve desconforto e foi fazer o autoexame. Por coincidência, e por sempre manter seus exames preventivos em dia devido ao histórico familiar, ela já tinha uma consulta agendada para aquela semana.


Evanir Pacheco Paiva de Castro

“Fui examinada, a médica me pediu uma biopsia e ultrassom e o diagnóstico veio: câncer de mama”, contou. A descoberta foi precoce, mas, não “fui pega de surpresa”. Evanir perdeu duas irmãs diagnosticadas com câncer e por essa razão, os exames preventivos fazem parte da rotina da sua vida.

A descoberta precoce do câncer de mama fez toda a diferença no tratamento da enfermeira que atua no HSC há treze anos. “Sabia que poderia acontecer. Busquei tratamento, fiz cirurgia. Foram 10 meses de quimioterapia e mais 28 dias de radioterapia”, contou.

DIAGNÓSTICO

Embora a notícia do câncer de mama era possivelmente esperada, Evanir comentou que receber o diagnóstico positivo foi difícil. “O importante é ter pessoas ao seu lado que te deem apoio e ter amigos distantes que sempre te deixam mensagens de carinho. O apoio do meu marido foi essencial, ele esteve presente em todas as fases do tratamento”, contou emocionada.

Segundo ela, foram meses de luta e muito difíceis, mas “o mais importante foi que me apeguei a Deus e tive familiares e amigos ao meu lado. Tudo isso fez com que o tratamento fosse mais leve”. “E, não posso deixar de citar o apoio incondicional do meu marido e dos meus três enteados. Meu medo era não o ter junto. Ele foi muito parceiro. Somos muito unidos”, acrescentou. 

PREVENÇÃO

“Amor pela vida, amor por você mesma”. Foi dessa forma que Evanir falou sobre a atenção à saúde. Para ela, a prevenção do câncer de mama deve ser feita constantemente. “Devemos nos cuidar o ano todo fazendo o autoexame e agendando médicos e exames de rotina”.

“Já perdi duas irmãs com câncer e sempre peço a Deus alguns anos a mais. Sou muito grata e me sinto muito abençoada. Só quem passa por situações assim sabe o quanto é importante se sentir amparada. Quero muito contribuir com a prevenção do câncer de mama através da informação e incentivando as mulheres a cuidarem de si mesmas”, destacou. A enfermeira está curada há três anos.

Outubro Rosa

Para marcar as ações do Outubro Rosa e reforçar prevenção ao câncer de mama, durante o mês, o refeitório esteve decorado de cor de rosa e lacinhos que remeteram a campanha foram distribuídos pelo RH. Mensagens de vídeo e informações sobre a prevenção da doença foram compartilhadas e tiveram destaque estre as colaboradoras.