blog

‘Tempo de Casa’ tem oito colaboradores homenageados

Nesta edição da coluna “Tempo de Casa”, o HSC tem oito colaboradores completando entre cinco e dez anos de extrema dedicação ao Hospital. A maioria está fazendo uma década de trabalho e pertencem à área de enfermagem, mas há ainda aqueles do setor de limpeza que chegaram aos cinco anos de casa.

Vale lembrar que a “Tempo de Casa” destaca, mensalmente, os funcionários que completam 5, 10, 15, 25 e 30 anos trabalhando no Hospital Samaritano Campinas. A ideia é reconhecer e agradecer os colaboradores que tanto se empenham e dividem o seu talento com a instituição.

Confira a relação dos homenageados em outubro:

Data Admissão: Colaborador: Função: Tempo de Casa:
01/10/2013 DILMA GOMES VERISSIMO AUX. DE LIMPEZA 5
01/10/2013 ELISANGELA APARECIDA PIRES DA SILVA AUX. DE LIMPEZA 5
01/10/2008 PAULO CLEBERSON DE ALMEIDA TEC. DE ENFERMAGEM 10
07/10/2008 MARIA ALEXANDRINA FERRAZ ABOU CHAMI ENFERMEIRO 10
03/10/2008 CAMILA SEEHAGEN BORGES ENFERMEIRO 10
09/10/2008 MARCIO R. DE OLIVEIRA TEC. DE ENFERMAGEM 10
09/10/2008 ROBERTO GONÇALVES DA SILVA TEC. DE ENFERMAGEM 10
17/10/2008 VANESSA REGINA DISARO ENFERMEIRO 10

 

UTI Ped faz festa para comemorar o primeiro aninho da Maria Luiza

Internada na UTI Pediátrica do HSC desde que nasceu, a doce Maria Luiza de Brito Barbosa Sorg, de Aguaí, completou seu primeiro ano dia vida no dia 18 de agosto. E, para não passar em branco a tão importante data, a UTI Ped, fez uma festa com o tema Princesas que reuniu familiares da garotinha além de toda equipe que cuida dela. Mensagens de felicitações, bexigas, e decoração temática deixaram o ambiente mais alegre para recepcionar os convidados.

“Seremos eternamente gratos por todo o carinho recebido da equipe que cuida da nossa filha e principalmente, pelo Hospital ter preparado essa comemoração e ainda permitido que nossa família participasse”, disse Camila de Brito Reis Barbosa, mãe da Maria Luiza.

A garotinha, que faz da UTI Pediátrica seu lar, nasceu prematura e com uma má formação no intestino delgado e por conta disso, precisou passar por cirurgia no Hospital Samaritano onde permanece até hoje. “Ela tem a Síndrome do Intestino Ultra Curto e não há previsão de alta. Não se alimenta naturalmente. Apenas por um cateter na veia”, relatou Camila. Em razão disso, segundo Camila, sua saúde é mais debilitada e na UTI ela tem todos os cuidados necessários.

“Maria Luiza é tratada por uma equipe muito competente, a assistência é ótima e a estrutura hospitalar muito boa. São nossa segunda família”, completou. Ao longo do dia, Camila passeia com a pequena pelo Hospital utilizando um carrinho adaptado para colocar a bomba de alimentação e com suporte para os itens necessários para manter a menina alimentada. “Eu, meu marido, minha mãe e minha sogra revezamos no Hospital para ficar com ela. Além da Maria Luzia, tenho uma menina de dois anos chamada Maria Eduarda e nos finais de semana, vou para casa para vê-la”, contou a mãezinha.

DESPEDIDA

A comemoração foi marcada também pela despedida da médica intensivista Dra. Thalita G. S. Vasques. Para o diretor técnico do HSC, Dr. Sérgio A. Pinotti, a profissional é extremamente competente e comprometida em um dos segmentos mais envolventes e difíceis da medicina, que é a saúde da criança. “Seu comportamento humanitário e sua devoção tornou-a uma pessoa de destaque na instituição. Muito obrigado e sucesso na nova jornada”, desejou.

A enfermeira Elis E. S. de Andrade também destacou o profissionalismo da médica intensivista. “Estar com você diariamente foi uma experiência maravilhosa para mim e toda equipe. Parabéns pelo profissionalismo e por ser esse ser humano incrível. Nunca me esquecerei do seu apoio e dos momentos de genuíno companheirismo que partilhamos juntas”.

 

7.6

Luiz Dourival Paleari completou 76 anos no dia 29 de agosto. Ele estava internado na UCO e a comemoração especial contou com bolo, balões e um coro cantando “parabéns”, formado pela equipe de enfermagem, nutrição, fisioterapia, serviço social e pacientes. Sr. Luiz ficou emocionado e agradecido. Para a assistente social, Camila Freitas, “momentos como esses são gratificantes para nossa equipe, pois nos motiva e nos permite exercitar a empatia”.

6.6

No dia 18 de setembro, foi a vez de Luzia Rodrigues Damasceno celebrar mais um ano de vida. Ela, que está internada na UCO desde 13 de setembro, comemorou seus 66 anos junto com a equipe multiprofissional que preparou com muito carinho a festa.

Medicina Ocupacional reforça a qualidade de vida

Os colaboradores dos Hospitais Samaritano e do plano de saúde PHS Samaritano Saúde contam com uma equipe de Medicina Ocupacional que determina, a partir da avaliação dos riscos existentes no ambiente de trabalho, os exames que os colaboradores devem realizar de forma preventiva.

“Além de realizamos os exames periódicos obrigatórios, temos um projeto de qualidade de vida já inserido no próprio exame ocupacional. Nele, solicitamos aos colaboradores exames de glicemia, colesterol e triglicérides. A análise desses exames é feita pessoalmente em consulta comigo durante os periódicos.  A partir da análise clínica dos resultados, fazemos as orientações e encaminhamentos necessários. Com a ajuda de minha equipe agilizamos e acompanhamos o agendamento com os especialistas”, explicou a médica do Trabalho, Dra. Marcela Bailoni Marcilio.

‘Alimentação Saudável’ nos hospitais quer conscientizar os colaboradores

 Na tentativa de contribuir com a melhora da qualidade de vida dos colaboradores do HSC, o departamento de Medicina Ocupacional iniciou o projeto “Alimentação Saudável”. Em todas as refeições das quintas-feiras, as nutricionistas do Hospital incluem as águas saborizadas como opção para substituir os sucos que contém açúcar.

O projeto abrange ainda um ambiente diferente no refeitório que é decorado com folders informativos sobre os nutrientes de cada alimento oferecido e cardápios menos calóricos, com diversidades de alimentos. Todos esses itens são cuidadosamente preparados pela enfermeira da Medicina Ocupacional, Ana Cristina C. Silva.

“Estamos reestruturando o projeto – iniciado em 2016 pela Medicina Ocupacional e Nutrição com o apoio do Serviço Social – e com muita dedicação, elaborando cardápios fáceis de fazer, com custo acessível e com diversidade de alimentos, pois a educação em saúde consiste em ensinar e mostrar as pessoas a importância de se alimentar corretamente e que, ao contrário do que falam, não é caro e nem difícil de fazer”, disse a nutricionista Jessica Beni.

A expectativa, segundo ela, é que os colaboradores se conscientizem a fazer escolhas saudáveis, trocas corretas, diminuir o consumo de alimentos com excesso de sal, açúcar, gorduras saturadas e os industrializados. “Quem cuida de milhares de vidas também precisa ser cuidado e o nosso objetivo é contribuir de alguma forma para a qualidade de vida dos nossos colaboradores para que eles continuem cuidando da saúde dos nossos pacientes”, completou a nutricionista. O “Alimentação Saudável” foi estendido também aos Hospitais Samaritano de Americana e Hortolândia.

MUDANÇA DE HÁBITOS

 Para a médica do Trabalho, Dra. Marcela Bailoni Marcilio, a ideia é “apresentar opções de alimentos normalmente não consumidos em casa, que contenham um valor nutricional melhor e menos calórico”.

“Iniciamos também, com a nutricionista Rose Rocha, um atendimento personalizado para funcionários do Hospital e pretendemos incluir esse benefício, assim como os demais para todas as unidades do Samaritano”, falou. Para isso, basta procurar a Medicina Ocupacional, solicitar uma guia de atendimento que o agendamento será realizado.

“Outra ideia simples para colocarmos em prática é a de incluir, na cesta básica, um folheto com informações e receitas sobre alimentação saudável com a substituição correta dos alimentos. Queremos a mudança de hábitos compartilhada com os familiares, assim, ficará mais fácil a alteração na rotina e nos costumes de cada um. O benefício será de todos”, ressaltou a médica.

“Acredito que um tratamento diferenciado, um cuidado maior e o respeito pelo funcionário pode sim ajudar no desempenho do trabalho de cada um. Uma pessoa feliz, saudável e bem alimentada terá uma melhor autoestima e isso refletirá em sua vida e muito positivamente no seu trabalho e no atendimento aos pacientes dos Hospitais Samaritano”, pontuou Dra. Marcela.

‘Agosto Dourado’ no HSC reforça importância do aleitamento materno

Em alusão ao mês voltado às ações de incentivo à amamentação, o “Agosto Dourado”, o Hospital Samaritano Campinas promoveu uma exposição de fotos com mães amamentando no Pronto-Socorro da Ginecologia e na Recepção da Internação e, na última semana do mês, todos os recém-nascidos ganharam um balão dourado.

Já as puérperas, receberam a visita de uma equipe formada pela enfermeira, Siméia Feltrin, a assistente social, Camila C.R. de Freitas, e a psicóloga, Monique Mioralli. As profissionais falaram sobre a importância da amamentação e do vínculo entre mãe e bebê.

   

A Maternidade foi decorada com laços na cor dourada para remeter ao tema.
O “Agosto Dourado” é um mês voltado também à sensibilização de profissionais e da população em geral para a importância do ato de amamentar, buscando o apoio e o estímulo ao gesto. O dourado faz alusão à definição da OMS (Organização Mundial da Saúde) para o leite materno: alimento de ouro para a saúde dos bebês.

´Tempo de Casa´ tem, em setembro, cinco colaboradoras

A coluna “Tempo de Casa”, mensalmente, destaca os funcionários que completam 5, 10, 15, 25 e 30 anos trabalhando no Hospital Samaritano Campinas. No mês de setembro, cinco colaboradoras do Hospital estão completando entre cinco e dez anos de atuação na instituição.

A dedicação e o empenho de Aline Zeferino de Oliveira, Flavia Rodrigues Chaves Silva, Aline Carpejane, Luzia de Fatima da Cruz Krahembuhl e Silvia Helena de Oliveira é tão importante para o HSC que nesta edição do Informativo está destacando e agradecendo à essas mulheres que fazem o dia a dia do Hospital. Elas são também as responsáveis pelo crescimento e visibilidade dada ao HSC.

Data de Admissão Colaborador Cargo Tempo de Casa
02/09/2013 ALINE ZEFERINO DE OLIVEIRA TEC. DE ENFERMAGEM 5
18/09/2013 FLAVIA RODRIGUES CHAVES SILVA TECNICO NUTRICAO 5
02/09/2013 ALINE CARPEJANE TEC. DE ENFERMAGEM 5
02/09/2013 LUZIA DE FATIMA DA CRUZ KRAHEMBUHL ENFERMEIRO 5
04/09/2008 SILVIA HELENA DE OLIVEIRA TEC. DE ENFERMAGEM 10

SETEMBRO AMARELO

O mês de setembro é marcado pelas ações de prevenção ao suicídio. “Setembro Amarelo” é uma campanha brasileira iniciada em 2015 com a identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela além de grande divulgação de informações sobre o assunto. É uma iniciativa do CVV (Centro de Valorização da Vida), Conselho Federal de Medicina e Associação Brasileira de Psiquiatria. Para os órgãos responsáveis pela campanha, falar é a melhor solução.

Por essa razão, o CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail ou chat 24 horas todos os dias. Acesse www.cvv.org.br e saiba mais.

Informações pelo atendimento pelo número: 188

‘Cantinho do Elogio’ quer valorizar e reconhecer o trabalho dos colaboradores do HSC

O HSC está implantando um importante projeto de valorização e reconhecimento dos colaboradores. Trata-se do “Cantinho do Elogio”. Ele foi criado pelas equipes de Recursos Humanos e Relacionamento com o Cliente com o objetivo de valorizar e reconhecer o empenho de cada um, sob o olhar de gratidão dos clientes Samaritano.

No corredor em frente à sala da coordenação de enfermagem, foi fixado um quadro de elogios. Neste espaço, ficam expostos os elogios feitos pelos clientes, em relação ao atendimento recebido.

 

 

PREMIAÇÃO

A premiação será individual, com avaliação trimestral. O colaborador que receber mais de um elogio, dentro do período de três meses, será contemplado com a premiação e a sua foto ficará exposta no banner dos melhores do trimestre.

Na primeira etapa do projeto será necessário que, todos os colaboradores, respondam a pesquisa de premiação, que está disponível na urna próxima ao quadro dos elogios, até o dia 10/10/2018.

O cronograma tem ainda a captação, contagem e tabulação dos elogios recebidos entre os meses de outubro a dezembro de 2018. A primeira premiação, que irá contemplar os melhores do trimestre, será em janeiro de 2019.

 INSPIRAÇÃO

O “Cantinho do Elogio” foi inspirado no maqueiro do Centro Cirúrgico, Elias Andrade Pereira. Um colaborador ímpar que recebe em média 15 elogios por semestre – número contabilizado no primeiro semestre de 2018. Um profissional que vai além das funções que lhe foram atribuídas e que, se destaca, pela empatia e amor dedicados aos clientes.

Força de vontade faz técnica de enfermagem emagrecer 48 kg sem remédios ou cirurgia

Determinação, força de vontade e muita disciplina. Foi assim que a técnica de enfermagem do HSC, Mayara Cristina Soares de Oliveira, eliminou 48 quilos em oito meses. A história dela é daquela que motiva qualquer um e nos faz acreditar que pode dar certo.

Após sua segunda gestação, ela passou a ter pressão alta. Realizou diversos exames para descobrir a razão, mas não obteve sucesso. “Minha mãe teve hipertensão após meu irmão mais novo ter nascido e com 40 dias de vida dele ela teve seu primeiro AVC. Três anos depois, ela faleceu e isso me traumatizou”, contou. Mayara começou a repensar no sofrimento que passou e não queria que seus filhos passassem pela mesma situação.

“Foi aí que decidi realizar uma reeducação alimentar com uma equipe de profissionais especializados em emagrecimento e passei a realizar exercícios físicos”, falou. Ela tem 29 anos, mede 1,73m e atualmente pesa 82 quilos.

 

MUDANÇA

Depois de procurar ajuda especializada, realizou a bioimpedância (exame que mede através de uma leve corrente elétrica que passa pelo corpo a quantidade de água, gordura e massa magra) e descobriu o motivo da hipertensão e da depressão: o excesso de peso.

“É claro que no início do tratamento tive muitas dificuldades, mas com apoio e acompanhamento adequado, não desisti. Hoje, posso dizer que foi a melhor escolha da minha vida. Mudei minha rotina de alimentação e comecei a praticar exercícios físicos. O resultado foi muito satisfatório ainda não cheguei no meu objetivo, mas estou caminhando para chegar”, frisou.

“Me sinto outra mulher, linda e quase magra. Pretendo seguir uma alimentação sempre adequada para eu não desviar meus pensamentos daquilo que eu quero realmente na minha vida para sempre”, completou.

Para quem quer seguir seu exemplo de superação, Mayara deixou um recado: “Tome coragem de ir atrás daquilo que deseja. A tarefa não será fácil, mas não é impossível. Sem persistência, não há resultado”.

Medicina Preventiva: ‘Espaço Saúde’ já atende em novo endereço

Com o objetivo de oferecer um espaço para a realização dos programas de educação em saúde, o PHS Samaritano Saúde abriu o “Espaço Saúde”, da Medicina Preventiva. A ideia é também oferecer recursos para a melhora da qualidade de vida dos beneficiários além do gerenciamento dos riscos relacionados aos portadores de doenças crônicas.

Continue lendo “Medicina Preventiva: ‘Espaço Saúde’ já atende em novo endereço”